O que são Obrigações?

Embora todos tenham dinheiro, poucas pessoas têm obrigações.

Uma obrigação é uma dívida. Quando investe em obrigações, está essencialmente a emprestar uma certa quantia dinheiro a um governo ou empresa e em troca, eles estão a pagar um juro sobre o seu dinheiro.
Pode parecer-se com uma conta poupança mas a taxa de juro que os bancos oferecem em contas poupança é muito inferior à que conseguimos obter investindo em obrigações.

Uma obrigação funciona da seguinte forma: Empresta o seu dinheiro a um emissor (Governo ou empresa por exemplo) por um período determinado de anos, recebendo um juro (pago semestralmente ou anualmente) e no final da duração desse empréstimo a obrigação expira e recebe o dinheiro que investiu de volta.

Por que não investir obrigações?

Se é melhor do que uma conta bancária, por que nem toda a gente investe em obrigações?

Por duas razões:
Em primeiro lugar, não é tão conveniente como uma conta poupança. Para investir em obrigações necessitamos de uma corretora ou de um banco especializado que ofereça esse tipo de investimento. Caso queira investir em obrigações do Estado Português existe sempre a opção dos Certificados do Tesouro/Aforro disponíveis nos CTT.
Em segundo lugar porque existem riscos. Se o emissor da obrigação for à falência, à partida não irá receber o montante que investiu de volta. Existem emissores que são extremamente seguro, como por exemplo os títulos do tesouro do Governo dos Estados Unidos da América. A contrapartida é que a rentabilidade destas obrigações, não é nada de especial. Isto é, se procura uma rentabilidade superior, terá de assumir mais risco.

Historicamente, as obrigações da Suíça pagam 2%, no entanto neste momento, as obrigações são um investimento terrível, visto terem uma rentabilidade negativa. Isto significa, que a cada ano o seu dinheiro está a diminuir. É possível investir em obrigações de outros países, mas é preciso ter em atenção o risco cambial, isto é, o risco de que a moeda da obrigação em que investiu desvalorize ou valorize face ao franco suíço.

Para além das obrigações existe outra opção para investir em empresas: comprar ações das empresas em que pretendemos investir. Ao comprar e deter acções de uma empresa, nós somos donos parciais dessa empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *