O que são Fundos de Investimento?

Nos artigos anteriores aprofundamos o nosso conhecimento sobre Dinheiro, Obrigações e Acções. Estes são os instrumentos de investimento financeiro básicos, tendo cada um as suas vantagens. As obrigações são mais estáveis mas geralmente tem rentabilidades mais baixas. As acções são mais voláteis mas, historicamente tiveram rentabilidades mais altas do que as obrigações.

Num portfólio equilibrado, vai precisar de ter os dois.
No entanto, escolher acções e obrigações dá bastante trabalho e requer muito conhecimento e tempo. Felizmente existe uma alternativa melhor: Fundos de investimento.

Os fundos de investimento escolhem ações e obrigações por si. Em vez de investir numa única acção (por exemplo na EDP ou Galp), pode investir num fundo de investimento onde terá várias acções ou obrigações.

Neste artigo vamos abordar os fundos de investimento em detalhe, perceber o que é importante ao escolher entre fundos de investimento e, por fim, vamos abordar um assunto essencial: o investimento passivo.

Fundos de Investimento

Um fundo de investimento investe num conjunto de acções, obrigações ou ambos, sendo gerido por um ou mais gestores de fundos. Ao comprar uma parte de fundo, vai passar a ser dono de uma parte de tudo o que o fundo possui.

O desempenho de um fundo é igual ao desempenho dos instrumentos financeiros que tem. Se o conjunto de ações tiver um bom desempenho, o fundo terá um bom desempenho. No entanto, se o conjunto de ações tiver um mau desempenho, o fundo terá um mau desempenho.

O foco deste artigo será em fundos de acções e obrigações. Existem para além destes, fundos que investem em metais preciosos, moedas, imóveis e até trigo.

Relativamente a fundos de acções e obrigações, existem fundos que investem 100% em ações e fundos que investem 100% em obrigações. Existem também fundos que investem em ambos com percentagens diferentes.

Como investir em fundos de investimento?

Existem várias instituições financeiras que oferecem a possibilidade de investir em fundos de investimento.
É provável que o seu banco atual tenha uma grande oferta de fundos de investimento porque cada grande banco na Suíça tem a sua oferta de fundos de investimento. Pode perguntar ao seu gestor de conta sobre a oferta que eles tem e de certeza que receberá algumas sugestões sobre onde investir. Alguns bancos oferecem também acesso a fundos de diferentes instituições financeiras

Existem também empresas que se focam apenas em investimento como a Vanguard e a Blackrock que também oferecem acesso a fundos de investimento. Estas duas instituições não são banco mas administram uma quantia elevada de dinheiro nos seus fundos de investimento.

De modo geral, os fundos de investimento são vendidos e comprados uma vez por dia pelo que, terá que aguardar um dia antes de poder comprar ou vender a sua participação no fundo.

Como escolher um fundo de investimento?

Existem vários fatores importantes na escolha de um fundo de investimento.
Em primeiro lugar existem dois tipo de fundos: fundos geridos ativamente e fundos geridos passivamente

Os fundos geridos ativamente são os fundos mais comuns e os que tem o maior numero de investidores. Um dos fatores que mais contribui para isso é que normalmente os fundos de investimento oferecidos nos bancos são geridos activamente.

Fundos Ativos

Os fundos activos são geridos por um gestor de fundos.
São eles que decidem em quais ações investir. Para além disso eles decidem também quando comprar e vender. Os gestores de fundos tem algumas despesas, como por exemplo, publicidade para atrair o maior número de investidores possíveis. Adicionalmente, os gestores de fundos tem de ser pagos pelo seu trabalho. Tudo isto se traduz em custos. Custos que os investidores do fundo pagam!

O custo de um fundo de investimento é o Total Expense Ratio (TER). O TER é a percentagem total do seu investimento que paga a cada ano. Se o fundo de investimento em que investe tive uma TER de 2%, a cada ano, 2% do valor do fundo é perdido em taxas. Se o fundo tiver uma rentabilidade de 10% num ano, a sua rentabilidade real será de 8%.
O TER dos fundos ativos varia entre 1% e 3%. Existem fundos que cobram uma taxas ao investir, durante o seu investimento e quando pede o reembolso do seu investimento mas não vale a pena falarmos sobre esses fundos.

Os gestores de fundos justificam estes custos ao dizer que são inteligentes o suficiente para bater o mercado.
Para que um fundo ativo seja interessante, este precisa de bater o mercado por pelo menos o seu TER. E precisa de o fazer de forma consistente.

A realidade é que a maioria dos gestores de fundos não está a bater o mercado de forma consistente. A cada ano, apenas um em cada seis fundos está a bater o mercado. Faz sentido investir nestes fundos?
Na minha opiniao: Não. Porque não conseguem bater o mercado de uma forma consistente.

Os fundos de investimento ativos têm custos muito elevados e não estão a bater o mercado! O que deve fazer?

A solucão passa por evitar fundos de investimento activos. Ao investir nestes fundos estamos a pagar o segundo Ferrari ou a casa de férias do gestor do fundo.

O que deve fazer é investir em fundos com custos baixos. Há pouco referi dois tipos de fundos então, vamos falar sobre os fundos passivos.

Fundos Passivos

Existem dois problemas com os fundos ativos. Primeiro, eles têm um custo elevado por causa de todas as transações efectuadas pelos gerentes de fundos. Em segundo lugar, eles estão a tentar bater o mercado e a falhar de forma miserável.

E se, em vez de escolher as acções em que vai investi, um fundo investisse em todas as empresas do mercado? Isto é chamado investimento em índices. Um fundo passivo tem como objectivo ter a mesma rentabilidade do que o índice que pretende replicar. O índice mais famoso é o S&P500, este índice segue as 500 maiores empresas do mercado de acções dos Estados Unidos.

Ao investir numa acção de um fundo que segue o índice S&P500, está a investir em 500 empresas de uma só vez. Desta forma vai replicar o desempenho dessas 500 empresas.

A maior vantagem é que é muito mais barato. Apesar de ainda existirem gestores e custos de compra a venda, a maior parte é automatizada. Dessa forma, o investimento passivo resulta num custo menor. Em média, os fundos passivos um uma TER entre 0,05% e 0,3%. Estas TER são cerca de dez vezes menores do que os fundos ativos

Quando está a investir a longo prazo, é preciso ter muita atenção aos custos. Os custos dos seus investimentos podem ser muito mais caros do que imagina.

Conclusão

Espero que depois de ter lido este artigo, entenda que os fundos de investimento são uma excelente opção de investimento visto serem uma excelente ferramenta de diversificação. É uma opção mais fácil do que investir em ações por si.

Os fundos passivos são geralmente os com menor custos e contém um grande número de acções (ou obrigações). São, na minha opinião, o melhor instrumento para investir no mercado de ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *